Quem me viu e quem me vê. Há três anos atrás, era uma menina frágil e chorosa que enfrentaria uma situação complicada e sozinha. Na minha perspectiva "naife" e totalmente dramática, seria o fim. Não teria nenhum ombro amigo, seria uma escola nova e a mudança seria tão radical que não aguentaria. Olhem só para mim, agora. Vagarosamente, conheci novas pessoas, enfrentei novos obstáculos – mais difíceis do que os anteriores. Terminei esta fase decisiva da minha vida mais madura, crescida, rica e perspicaz. Estes três maravilhosos anos mostraram-me que sou capaz de ultrapassar qualquer obstáculo, com a minha vontade e trabalho árduo. Mostraram-me, igualmente, bons ombros amigos e permitiram-me aperfeiçoar o meu lado amigável para com os outros. Espero levar algumas pessoas comigo para o resto da vida e as outras permanecerão no meu coração. Apesar de todas as falhas, contribuíram de alguma forma. Estes três anos foram repletos de sacrifícios, trabalho, angústias mas também de muitas pessoas e momentos agradáveis. Guardo estes três anos com imenso carinho na minha “caixinha de memórias”. Estes três anos foram uma espécie de teste, de prova para verificar se era realmente digna ou estava preparada para um futuro tão exigente e gratificante. Julgo ter passado no teste. E espero, ansiosamente, por realizar o meu maior sonho, o meu objectivo de vida que se avizinha a passos largos. 

Sem comentários:

Enviar um comentário

«Para bom entendedor, meia palavra basta»

Biografia

A minha foto
Natural de Neuchâtel, Suíça. Actualmente, vivo em Coimbra, Portugal.

Apreciadores