Palavra por palavra, nota por nota
A literatura e a música completam-se. Pelo menos, a mim completam-me. Um vocábulo, uma palavra, uma melodia, uma nota, uma conjunção de ambos, e torna-se algo belo. Completo, pleno, satisfeito. Palavras expressam o que eu sinto, e a melodia completa ainda mais a sua emoção. Palavras e notas, corroem-me pelas veias, pela mente, pelo coração. Lentamente, a mão escreve, vagarosamente, a mão toca. Sente, explica, compõe, expõe. Tão simples quanto isto. Tenho que confessar, que a literatura preenche um enorme espaço na minha alma, e no meu coração. A música apenas veio completar o restante espaço livre.

Sem comentários:

Enviar um comentário

«Para bom entendedor, meia palavra basta»

Biografia

A minha foto
Natural de Neuchâtel, Suíça. Actualmente, vivo em Coimbra, Portugal.

Apreciadores