Quero-te repleto de arcaísmos, inteligência, e doçura. Espero que saibas apreciar arte, seja ela, pintura, cinema, música ou literatura. Podes até, sussurrar as mais belas citações, dos grandes príncipes, ou a bela poesia que designa sentimentos, sobretudo o “amor”. Puxar-me para o teu peito, e permaneceremos em silêncio, apenas com a melodia, dos nossos corações palpitantes, desordenados e ansiosos. E antes de tudo, que me beijes a testa e me digas o quanto me amas. Todos os dias. Sem hesitação. Que tenhas um belo sorriso, e uma personalidade poderosa. Que sejas sobretudo espontâneo, romântico, persistente, lutador, corajoso, adulto… e belo, à tua maneira. E assim, serás o homem da minha vida

1 comentário:

«Para bom entendedor, meia palavra basta»

Biografia

A minha foto
Natural de Neuchâtel, Suíça. Actualmente, vivo em Coimbra, Portugal.

Apreciadores